Academia

Oficina - o consultor coach

Enquadramento

Vivemos tempos de mudança, em que o conhecimento já não é mais um factor diferenciador, no mundo profissional, entramos numa nova era, há quem lhe chame a era conceptual (Daniel H. Pink, no seu livro “A nova inteligência”), liderada pelos empáticos e criadores. Falamos de competências associadas ao lado direito do cérebro, as soft skills, competências do domínio do saber-ser ou da área comportamental. Ser consultor-coach, é sobre ser mais empático, construtivo, mobilizador, inspirador e, sobretudo, é contribuir para a mudança de paradigma no papel de consultor, não comprometendo a necessidade do rigor técnico na função que desempenha, mas sim, marcando a diferença nas organizações clientes.

Objectivo geral

Desenvolver uma atitude de coach, na função de consultor (auditor e formador).

Objectivo específico

Neste workshop vais aprender ferramentas da programação neurolinguística e outras específicas de um perfil de coach. Estas ferramentas (soft-skills) irão elevar o teu desempenho na função de consultor e ao nível pessoal. Ferramentas que irão potenciar as tuas competências técnicas, uma vez, que alias o saber – ser ao saber-saber e saber-fazer, acrescentando valor aos teus serviços e clientes.

Conteúdo programático

  1. Explorar as competências chave do perfil coach:
    • Estabelecer Rappor;
    • A escuta ativa;
    • Articulação e Bactraking;
    • Quebrar o estado;
    • A arte de fazer perguntas;
    • Dar feedback.
  2. Aprender a ser, fazendo – exercício de role-play coach-coachee.
  3. Reflexão e conclusões – partilha de grupo.


Público-alvo

Consultores, auditores e formadores.

Duração

16 horas

Formato

Presencial

Data | Local

Março 2022 | A definir

Trainer

Teresa Pinho

Oficina - o consultor coach

 

Enquadramento

Vivemos tempos de mudança, em que o conhecimento já não é mais um factor diferenciador, no mundo profissional, entramos numa nova era, há quem lhe chame a era conceptual (Daniel H. Pink, no seu livro “A nova inteligência”), liderada pelos empáticos e criadores. Falamos de competências associadas ao lado direito do cérebro, as soft skills, competências do domínio do saber-ser ou da área comportamental. Ser consultor-coach, é sobre ser mais empático, construtivo, mobilizador, inspirador e, sobretudo, é contribuir para a mudança de paradigma no papel de consultor, não comprometendo a necessidade do rigor técnico na função que desempenha, mas sim, marcando a diferença nas organizações clientes.

Objectivo geral

Desenvolver uma atitude de coach, na função de consultor (auditor e formador).

Objectivo específico

Neste workshop vais aprender ferramentas da programação neurolinguística e outras específicas de um perfil de coach. Estas ferramentas (soft-skills) irão elevar o teu desempenho na função de consultor e ao nível pessoal. Ferramentas que irão potenciar as tuas competências técnicas, uma vez, que alias o saber – ser ao saber-saber e saber-fazer, acrescentando valor aos teus serviços e clientes.

Conteúdo programático

  1. Explorar as competências chave do perfil coach:
    • Estabelecer Rappor;
    • A escuta ativa;
    • Articulação e Bactraking;
    • Quebrar o estado;
    • A arte de fazer perguntas;
    • Dar feedback.
  2. Aprender a ser, fazendo – exercício de role-play coach-coachee.
  3. Reflexão e conclusões – partilha de grupo.


Público-alvo

Consultores, auditores e formadores.

Duração

16 horas

Formato Presencial

Data | Local

Março 2022 | A definir

Trainer

Teresa Pinho

 
parallax background

Reserva já o teu lugar